ads-geral-topo

Prepare o cobertor!

Frente fria vindo aí! Frio (de verdade) já tem data para chegar

A próxima frente fria com algum potencial para causar queda da temperatura relevante no Brasil está sendo esperada para o feriado prolongado de 21 de abril

Por Redação

2 mins de leitura

em 12 de abr de 2023, às 14h59

Foto: Pixabay

Os meteorologistas do Climatempo estão de olho nas projeções atmosféricas de médio prazo, que começaram a mostrar frio de verdade para o feriado de 21 de abril. Uma nova frente fria vai passar pela costa paulista entre quinta e sexta-feira, 14 de abril, mas seu ar polar estará completamente sobre o oceano e sem força para resfriar o continente.

A próxima frente fria, com algum potencial para causar queda da temperatura relevante no Brasil, está sendo esperada para o feriado prolongado de 21 de abril.

Nesta terça-feira (11), as simulações do modelo atmosférico GFS indicava que a queda da temperatura acentuada no Rio Grande do Sul começará no dia 19 de abril

A força e abrangência desta frente fria ainda estão sendo avaliadas pelos meteorologista da Climatempo. Mas, já se pode adiantar que sua massa de ar frio, de origem polar, poderá causar resfriamento suficiente para que ocorra geada nas áreas mais elevadas dos três estados da região Sul, e que um resfriamento forte também poderá ocorrer em São Paulo, no centro-sul do Rio de Janeiro e de Minas Gerais, no Triângulo Mineiro, em Mato Grosso do Sul, no extremo Sul de Goiás e no extremo sul/sudoeste de Mato Grosso.

Frente fria chega mais forte neste ano

Ainda é cedo para fazer alguma avaliação de temperatura segura, mas já dá para dizer que esta será a massa de ar frio de origem mais forte a chegar no Brasil este ano, até agora.

Para os meteorologistas da Climatempo, esta massa de ar frio tem potencial para fazer a “virada de chave” do verão para o outono, expressão usada para representar uma mudança de padrão nas características da atmosfera, que deve sair das condições úmidas e quentes (verão) e começar a mostrar um padrão mais seco e frio, típico do outono. Com essa massa de ar frio, a América do Sul deve efetivamente deixar o verão e entrar no outono.

A passagem desta massa de ar frio deve causar um resfriamento intenso e mais prolongado, avançando para áreas do interior do Brasil.

Fonte: Climatempo

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape