ads-geral-topo
Saúde e Bem-estar

Veja quais são as 5 dicas de ouro para sobreviver aos dias de calor intenso

Entenda a importância de manter o corpo hidratado, especialmente nos dias quentes

Por Redação

em 16 de nov de 2023, às 14h38

4 mins de leitura

Foto: Freepik

As temperaturas seguem elevadas no Espírito Santo e devem permanecer assim nos próximos dias. Com os termômetros na casa dos 40º C, é preciso ligar o alerta com relação a saúde e não descuidar da hidratação. Água, frutas, legumes e hortaliças devem estar presentes no cardápio do dia a dia.

A nutricionista Bruna Rabello lembra que manter uma boa hidratação, na quantidade adequada, é fundamental para o bom funcionamento do corpo humano.

“A água é responsável pelo bom funcionamento do intestino, melhora a circulação, fortalece os músculos e, ainda, contribui com o cérebro. Esse precioso líquido leva até as células oxigênio e nutrientes, como sais minerais, e atua para que toxinas sejam eliminadas por meio do suor e da urina. Incluir alimentos ricos em água no cardápio dos dias quentes é muito importante, mas cabe lembrar que beber água é fundamental para atingir as necessidades hídricas diárias”, explica.

Os dias muito quentes exigem um cuidado ainda maior com a saúde, por isso listamos cinco dicas para você se manter bem hidratado.

1.     Garrafinha sempre ao lado

Sempre que possível, tenha uma garrafinha com água por perto. Essa é uma boa tática para aumentar o consumo gradativamente. A recomendação diária de hidratação varia de pessoa para pessoa, dependendo do peso, se frequenta ambientes quentes, se produz muito suor com atividades do dia a dia ou exercícios físicos. Mas em média recomenda-se pelo menos dois litros de água por dia.

2.     Acrescente sabor à água

Para quem tem dificuldade em ingerir a quantidade de líquido adequada, vale saborizar a água com frutas, especiarias e ervas, que também é um ótimo estímulo para se hidratar. Água de coco também é uma boa alternativa.

3.     Consuma as frutas certas

Alguns alimentos também são indicados para complementar a hidratação, como as frutas ricas em água: melancia, melão, ameixa, abacaxi, morango e laranja.

4.     Legumes e hortaliças

Legumes e hortaliças também contêm generosas quantidades de água, como a abobrinha, o pepino e as folhosas (alface, rúcula, couve, acelga, coentro, espinafre e agrião).

5.     Reduza o consumo de sal

O consumo excessivo de sal pode levar à retenção de líquidos e picos de pressão arterial, o que pode ser prejudicial especialmente para pessoas com problemas cardíacos.

Cuidado com o coração

O médico cardiologista Vitor Dornela, explica que o calor excessivo pode agravar condições médicas pré-existentes, como doenças cardíacas e respiratórias, diabetes e hipertensão. “O calor pode colocar uma sobrecarga adicional no coração, no caso das pessoas cardíacas, e isso agravar as condições médicas do paciente. É preciso tomar cuidados extras em dias de calor excessivo”, avisa.

Leia também: Não tá fácil! 2023 será o ano mais quente no Brasil desde os anos 1960

Esteja atento aos sintomas de piora das condições cardíacas, como falta de ar, dor no peito, palpitações ou tonturas. Se esses sintomas ocorrerem, procure ajuda médica imediatamente. O mesmo vale para os sinais de insolação e desidratação.

A insolação ocorre quando o corpo não consegue dissipar o calor de forma eficaz e a temperatura interna do corpo aumenta perigosamente. Enquanto a desidratação é uma rápida perda de líquidos e eletrólitos através do suor.

“A insolação pode levar a sintomas como confusão, tontura, pele quente e seca, pulso rápido, náuseas e, em casos graves, pode resultar em coma e até mesmo em morte. A desidratação pode causar sintomas como sede extrema, boca seca, urina escura, fraqueza e confusão”, conclui o cardiologista.

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape