ads-geral-topo
Saúde e Bem-estar

Verão e Dengue: veja como se proteger durante as altas temperaturas

O cenário perfeito para a reprodução do mosquito é caracterizado pelo calor intenso e pela umidade elevada, condições comuns no verão

Por Redação

2 mins de leitura

em 27 de dez de 2023, às 15h53

Foto: Divulgação

Com o início do verão e o aumento das temperaturas, a preocupação com a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, torna-se ainda mais urgente. A médica infectologista da Unimed Sul Capixaba, Luiza Morandi, alerta para os cuidados necessários e oferece orientações cruciais para evitar a doença durante essa temporada.

O cenário perfeito para a reprodução do mosquito é caracterizado pelo calor intenso e pela umidade elevada, condições comuns no verão. Segundo a especialista, a prevenção é a melhor arma contra a dengue nesse período.

Leia também: Hidratação e proteção: Governo orienta sobre cuidados essenciais no Verão

“Com as temperaturas altas, há tendência de chuvas, o que leva ao acúmulo de água em diversos locais. Evitar recipientes que acumulam água, como vasilhas de plantas e pneus, e cuidar para que o lixo não se acumule são medidas essenciais”, destaca a médica.

Dentre as questões abordadas pela médica, a teleconsulta como uma opção viável nos casos mais leves da doença. “A teleconsulta é uma alternativa eficaz para o acompanhamento de casos leves de dengue, permitindo monitorar sintomas e realizar orientações à distância”, ressalta a especialista.

Morandi enfatiza que a vacinação é uma ferramenta importante. Duas opções estão disponíveis: a Qdenga®️, licenciada para pessoas entre 4 e 60 anos, e a Dengvaxia®️, indicada para faixa etária entre 6 e 45 anos. “Contudo, é fundamental observar as contraindicações, já que as vacinas não são recomendadas para adolescentes imunodeprimidos, gestantes e lactantes”, lembra. 

As vacinas já foram incorporadas na rede pública e serão distribuídas no início de 2024 para um grupo limitado, sendo priorizados grupos de risco, de acordo com a quantidade disponível. A vacina também é encontrada em clínicas particulares de vacinação.

Diante dos sintomas da dengue, como febre alta, mialgia e cefaleia, a médica aconselha procurar atendimento médico logo no início para receber orientações sobre medicações, hidratação e identificar sinais de alerta da doença.

Nesse verão, a prevenção é a chave para manter a saúde em dia e evitar a propagação da dengue. As orientações da Dra. Luiza Morandi da Unimed Sul Capixaba oferecem um guia valioso para a população enfrentar essa temporada desafiadora com mais segurança e cuidado.

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape