ads-geral-topo
Segurança

Quadrilha é presa por extorquir R$ 1,4 milhão de vizinho idoso no ES

A quadrilha é composta por vizinhos do homem e que já haviam recebido ajuda financeira do mesmo alguns anos antes

Por Redação

2 mins de leitura

em 18 de jan de 2024, às 08h17

Foto: Divulgação SESP

Quatro pessoas foram presas suspeitas de extorquir, por dois anos, um vizinho de 68 anos na Serra. As prisões ocorreram em novembro, mas as informações foram divulgadas nesta quarta-feira (17) pela Polícia Civil.

As prisões foram efetuadas por meio do Departamento Especializado de Investigações Criminais (DEIC), com o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF). A quadrilha é composta por vizinhos do homem e que já haviam recebido ajuda financeira do mesmo alguns anos antes. Uma mãe, um filho, uma filha e uma amiga da filha são suspeitos. Eles moravam no bairro Morada de Laranjeiras, em Serra.

Os autores se aproveitavam da vulnerabilidade da vítima e promoviam, por meio de aplicativo de mensagens, ameaças contra ele e seus familiares em troca de depósitos bancários.

Então, após dois anos sendo ameaçado, o idoso foi à delegacia aos prantos dizendo que “não aguentava mais ser extorquido”, segundo a polícia. O prejuízo total foi de quase R$ 1,4 milhão, e o homem adquiriu uma dívida de R$ 30 mil mensais devido a empréstimos realizados.

Grupo mandava fotos das netas e de armas para a vítima. O idoso recebia fotos da fachada de sua casa, de seu local de trabalho e da escola das netas. A quadrilha também dizia que traficantes de Cariacica, uma cidade próxima, sequestrariam seus familiares caso não fizesse os pagamentos.

Os criminosos chegaram a realizar a compra de dois veículos e um apartamento com o valor extorquido. Os agentes apreenderam um Jeep Compass e um HB20 comprados com o dinheiro da extorsão. Também foi encontrada uma agenda com anotações que detalhavam a distribuição do dinheiro. Os celulares usados no crime também foram apreendidos.

Os indivíduos foram presos preventivamente e aguardam julgamento pelos crimes de extorsão e formação de quadrilha. O homem envolvido no crime já tem passagem por tráfico interestadual e estelionato, segundo a Polícia Civil.

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape