ads-geral-topo
Política

ES quer isenção de ICMS para empresa exportadora

Na justificativa, o governador Renato Casagrande (PSB) defende que a aprovação do projeto possibilitará a efetiva instalação da ZPE no estado, após a regulamentação do Executivo por meio de decreto.

Por Flavio Cirilo

2 mins de leitura

em 11 de mar de 2024, às 11h30

Foto: Governo ES

A Isenção do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para empresas exportadoras está na pauta, nesta segunda-feira (11), na Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales).

O Projeto de Lei (PL) 15/2024 é do Poder Executivo estadual. A medida trata do imposto em saídas internas, que se destinam aos estabelecimentos em Zona de Processamento de Exportação (ZPE).

LEIA TAMBÉM: 70% dos cargos de liderança são ocupados por mulheres em Irupi

O PL 15/2024 altera, então, a Lei Estadual 7.000/2001 – que trata do imposto, incluindo em seu Anexo III a internalização do Convênio ICMS 99/1998 do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), que trata dessa desoneração.  

Na justificativa, o governador Renato Casagrande (PSB) defende que a aprovação do projeto possibilitará a efetiva instalação da ZPE no estado, após a regulamentação do Executivo por meio de decreto.

Assim, a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) explica que as saídas internas são as que se realizam dentro do próprio estado.

Portanto, a isenção de ICMS significa desonerar a tributação nas saídas ocorridas dentro do Espírito Santo destinadas aos estabelecimentos localizados em uma ZPE. No caso, por enquanto, dentro da ZPE de Aracruz. 

Em outubro, no Diário Oficial da União (DOU), publicou-se o Decreto 11.735/2023, que cria a Zona de Processamento de Exportação de Aracruz. Com área de 50 hectares, trata-se da primeira ZPE privada do país. 

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape