ads-geral-topo
Política

Mar de Mimoso revela em Peter Costa um bom marinheiro

Desde que assumiu a Prefeitura de Mimoso do Sul, mais de três enchentes já ocorreram na cidade, sendo a última, a maior de todos os tempos.

Por Redação

3 mins de leitura

em 01 de abr de 2024, às 08h03

Foto: Reprodução | rede social

Por: Elias Carvalho

“Mar calmo nunca fez marinheiro bom”. Essa celebre frase dita por vários políticos de envergadura aqui no Estado do Espírito Santo se encaixa, perfeitamente, no contexto do prefeito de Mimoso do Sul, Peter Costa (Republicanos).

Com seus poucos mais de 30 anos, o chefe do Poder Executivo municipal tem enfrentado desafios gigantes a frente do município de Mimoso do Sul.

Peter, que exerce seu primeiro mandato como prefeito, é dentista de formação e, em 2016, foi o vereador mais votado em Mimoso do Sul.

Ele assumiu o mandato com a missão de organizar financeiramente o município e estimular o desenvolvimento econômico.

Inclusive, as pesquisas de avaliação de seu mandato mostravam que ele vinha conseguindo esse objetivo.

Mar revolto

Mas neste mar da caminhada política de Peter Costa, tempestades, literalmente falando, têm sido de uma constância absurda.

Desde que assumiu a Prefeitura de Mimoso do Sul, mais de três enchentes já ocorreram na cidade, sendo a última, a maior de todos os tempos, que ocorreu no dia 23 de março de 2024.

Mais de 10 mil pessoas ficaram desalojadas, mais de 300 famílias desabrigadas e 19 obtitos.

Este episódio climático extremo se tornou a maior tragédia vividas pelos mimosemses em toda sua história.

Mas o que fazer nestas horas de tanta tristeza, de tanta dor?

Humildade

Peter tem tomado todas as atitudes de um grande líder.

Tem se desprendido do orgulho e de vaidades e buscado ajuda e apoio de todas as autoridades, principalmente do Governo do Estado, através do governador Renato Casagrande (PSB) e de toda sua equipe de governo.

A ajuda também vem do governo federal, através dos parlamentares que se uniram em prol da cidade de Mimoso do Sul.

Peter Costa, é muito querido entre os seus pares. Até prefeitos de outras cidades se mobilizaram para dar apoio.

Diversas prefeituras, não somente do Sul do Estado, mas até da capital, se solidarizam em um engajamento jamais visto por essas bandas aqui do Sul do Estado.

Sem falar das doações feitas por capixabas de todos os 78 municícipios do Espírito Santo.

Sensível e humano

Na flor da emoção, Peter Costa não tem segurado o choro e com suas lágrimas tem obtido compaixão de muita gente, que além de reforçar toda essa emoção, que um líder de verdade deve ter, ainda transmite a todos nós que o acompanhamos pelas redes sociais e pela mídia do estádio uma sensação de que Peter Costa vive uma política que hoje tem sido cada vez mais rara neste país, onde vivemos tempos de uma polarização louca. Eu diria até sem humanidade.

Ao contrário disso, vemos um líder despreocupado com ideologias ou bandeiras, muito menos com lados de esquerda ou direita.

O que temos visto em Mimoso do Sul é um líder preocupado com seu povo, com sua gente, com a mais nobre missão de um político do bem: amar seu povo e trabalhar incansavelmente por ele.

Vá em frente Peter Costa, pois o futuro a Deus pertence, mas o seu está, apesar da pouca idade, sendo muito bem escrito nesta sua caminhada pública.

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape