ads-geral-topo
Segurança

Agente que quebrou carro de motorista em Cachoeiro é exonerado

O caso ganhou repercussão nas redes sociais essa semana, após ser divulgado um vídeo em que mostra o agente com um porrete de madeira na mão banificando um carro Chevrolet/Ônix, de cor branco

Por Redação

2 mins de leitura

em 18 de maio de 2024, às 17h18

Foto: Reprodução/Vídeo/Divulgação

O homem que destruiu o carro de uma motorista após um acidente de trânsito no bairro IBC, em Cachoeiro de Itapemirim, na última quinta-feira (16), foi exonerado do cargo de agente socioeducativo do Instituto de Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo (Iases).

O caso ganhou repercussão nas redes sociais essa semana, após ser divulgado um vídeo em que mostra o agente com um porrete de madeira na mão banificando um carro Chevrolet/Ônix, de cor branco.

Segundo o relato da vítima na delegacia, ela trafegava pela avenida Domingos Alcino dadalto, em seu veículo Ônix branco, quando bateu contra um celta, de cor preta, na avenida José Félix Cheim, próximo à um cemitério municipal.

A vítima informou ainda que após o acidente, o condutor do Celta, acompanhado de uma mulher e um adolescente, saiu do veículo e começou a gritar, afirmando ser policial e exigindo que a declarante pagasse pelo prejuízo imediatamente. A declarante pediu para chamar a polícia e conseguiu ligar para o seu esposo, pois se sentiu intimidada e ameaçada.

Segundo a declarante, a discussão durou cerca de 15 minutos, após os quais o motorista pegou um bastão de madeira do porta-malas do carro e começou a danificar o veículo da declarante. Quando a declarante tentou filmar a ação, a mulher avançou sobre ela com tapas, causando lesões em seu peito. Os agressores então fugiram no Celta. A declarante recolheu um pedaço do bastão de madeira e um relógio dourado deixados no local e entregou na 7ª Delegacia Regional de Cachoeiro de Itapemirim.

Em nota, o Iases informou que o servidor não faz mais parte do quadro de agente socioeducativo da Instituição educacional. “O Instituto de Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo (Iases) informa que está ciente dos fatos e as investigações são de competência da Polícia Civil. Além disso, foi aberto um procedimento administrativo para apurar a conduta do agente e o mesmo não integra mais o quadro de servidores do Iases”, diz a nota.

Leia também: Homem é suspeito de agredir e atear fogo na esposa em Presidente Kennedy

A Polícia Civil informou que a vítima registrou um boletim de ocorrência de colisão de trânsito, e que o caso seguirá em investigação pela Delegacia Especializada de Infrações Penais e Outras (Dipo) de Cachoeiro de Itapemirim. 

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape