ads-geral-topo
Segurança

PC de Guaçuí prende homem suspeito de participar de homicídio

O homem foi preso em sua residência, no bairro João Ferraz de Araújo

Por Redação

2 mins de leitura

em 01 de maio de 2024, às 10h36

Foto: Divulgação/PCES

Na manhã desta terça-feira (30), a Polícia Civil de Guaçuí prendeu um dos suspeitos de ter participado de um homicídio, ocorrido no dia 22 de janeiro de 2024, no bairro Horto Florestal, em Guaçuí.

A prisão do suspeito ocorreu no bairro João Ferraz de Araújo e ainda foram cumpridos mandados de busca e apreensão, visando apreender armas de fogo, aparelhos celulares e outras provas relativas ao caso.

Leia também: Último suspeito envolvido na morte de três adolescentes é preso no ES

O homem foi preso em sua residência, no bairro João Ferraz de Araújo, sendo que em seu quarto foram encontradas 30 buchas de cocaína, uma réplica de pistola, uma réplica de fuzil AR 15, além de dinheiro e outros elementos de prova. Além disso, também foram encontrados, no segundo andar da residência, uma pistola calibre 380 e 50 munições calibre 9mm, dinheiro e outros objetos.

Entenda o caso

A vítima era uma pessoa muito conhecida na cidade e região do Caparaó, e foi encontrado morto com sinais de agressões e com disparos de arma de fogo em seu corpo, no bairro Horto Florestal.

O crime ocorrido no dia 22 de janeiro de 2024, durante a noite, contou com um adolescente, que chegou a ser apreendido em flagrante como suspeito. Pois, estava dentro do veículo da vítima. Assim, o rapaz ficou internado no IASES de Cachoeiro de Itapemirim.

O veículo onde o adolescente estava, pertencia a vítima. Além disso o adolescente chegou a fazer um vídeo, em que aparecia também uma moto, que seria da vítima pegando fogo.

A PC de Guaçuí tomou conhecimento do fato, e no dia seguinte se iniciou uma investigação. Pois, ainda haviam muitas dúvidas sobre a autoria, diante das circunstâncias do crime, ainda mais por se tratar de um adolescente, recém-chegado na cidade.

Então, o Delegado Robson Vieira Lima instaurou um Inquérito Policial, e após um trabalho minucioso de investigação a PC de Guaçuí chegou a autoria do crime, sendo que a Justiça acatou o pedido de prisão temporária e de busca e apreensão.

O preso foi encaminhado para o CDP de Cachoeiro de Itapemirim/ES. As investigações seguem, e caso alguém tenha interesse em colaborar de forma anônima, basta fazer contato via 181 da Polícia Civil, o sigilo é garantido!

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape