ads-geral-topo
Internacional

Abacaxi é vendido por mais de 1 salário mínimo; entenda

Segundo seu desenvolvedor, Del Monte, a iguaria de cor vermelha e sabor doce levou uma década e meia para ser criada

Por Redação

2 mins de leitura

em 10 de jun de 2024, às 09h57

Foto: Divulgação

Você teria coragem de pagar US$ 400 (aproximadamente R$ 2 mil) por um abacaxi? Nos Estados Unidos, este é o preço de venda da fruta na revendedora Melissa’s Produce, da Califórnia. Mas o que esse abacaxi tem de tão especial para custar tão caro?

Neste ano, foram produzidas apenas 5 mil unidades, segundo a empresa. Portanto, a previsão é de que a safra de 2025 da fruta renda apenas 3 mil unidades. Aliás, a fruta foi batizada com o nome de ‘Rubyglow‘ (rubi brilhante).

Leia também: Comer 1 ovo cozido por dia, sabe o que acontece com o seu corpo?

Segundo seu desenvolvedor, Del Monte, o abacaxi, de cor vermelha e sabor doce, levou uma década e meia para ser criada.

O cultivo da fruta ocorre na Costa Rica. No início deste ano, uma colheita limitada foi disponibilizada, pela primeira vez na China. Mais recentemente, chegou ao mercado norte-americano.

Mas e o abacaxi de R$ 2 mil, vale a pena?

Em seu site, a empresa diz que o abacaxi não é comum e o compara a uma joia escassa. “Assemelhando-se a um rubi com sua casca vermelha, os abacaxis Rubyglow se destacam da multidão”. Pelo comunicado, a Fresch Del Monte Produce Inc, dá entender que não vai parar por aí.

Aliás, a empresa é conhecida por suas inovações com abacaxi desde os anos 1990. O primeiro grande lançamento foi o abacaxi Del Monte Gold Extra Sweet, que, à época, possuía cor dourada e era muito mais doce do que qualquer outro abacaxi do mercado, segundo o comunicado. No entanto, a empresa já criou abacaxis de outras cores, tais como Pinkglow (rosa), o abacaxi Honeyglow (dourada), e até um abacaxi light, o Del Monte Zero.

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape