ads-geral-topo
Segurança

Policial militar é indiciado por morte de idosa baleada em Cachoeiro

O inquérito policial foi concluído no dia 14 de maio. Maria Quinelato foi morta durante uma troca de tiros no meio de uma rua do bairro valão

Por Redação

3 mins de leitura

em 03 de jun de 2024, às 15h21

Foto: Divulgação

Um policial militar foi indiciado pela morte da idosa Maria Quinelato Calda, de 66 anos, no bairro Elpídio Volpini (Valão), em Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Espírito Santo.

Segundo a nota enviada pela Polícia Civil, o inquérito policial, presidido pela Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Cachoeiro de Itapemirim, foi concluído no dia 14 de maio e o indiciado é um soldado da Polícia Militar do Espírito Santo.

“Não houve representação pela prisão, pois não estão presentes os requisitos para decretação da prisão preventiva. O indiciamento teve como base provas testemunhal e pericial de análise de imagens de videomonitoramento”.

Além disso, a PC informou que o inquérito Policial concluiu pelo indiciamento de um dos policiais militares por homicídio “o militar responde em liberdade. Demais informações sobre o processo devem ser solicitadas à Justiça”, disse a nota.

Procurada, a Polícia Militar informou, em nota, que o militar envolvido na ocorrência do dia 27 de novembro de 2023 foi afastado do serviço operacional, trabalhando atualmente em atividade administrativa. “Foi instaurado um inquérito policial militar em razão dos fatos ocorridos, tendo seus autos conclusos na Corregedoria e encaminhados à Auditoria da Justiça Militar Estadual, órgão jurisdicional do Tribunal de Justiça do Estado (TJES), na forma da legislação vigente’, finaliza a nota.  

Leia também: Trabalhadores vão para “bater lage” e são recebidos a tiros em Alegre

Idosa morreu no meio da rua

Uma idosa, de 67 anos, morreu após ser atingida na altura do pescoço por uma bala perdida na tarde desta segunda-feira (27), em Cachoeiro de Itapemirim. O caso aconteceu no bairro Valão. A vítima foi atingida enquanto tentava atravessar a rua.

Segundo informações de populares, no momento do incidente estava acontecendo uma perseguição com troca de tiros entre policiais militares e um suspeito. Ainda segundo populares, os militares estavam atrás de um homem com mandado de prisão em aberto.

Assim que viu os policiais, o homem atirou e fugiu. A PM teria revidado os disparos e iniciou-se então a perseguição. E foi durante a perseguição que a mulher foi atingida. Ela, que era moradora do bairro, caiu no meio da rua perdendo muito sangue. Entretanto, nenhuma dessas informações foi confirmada pela PM.

Uma equipe do Serviço Móvel de Atendimento de Urgência – Samu 192 esteve no local e tentou reanimar a vítima, mas ela não resistiu.

Não há informações concretas sobre o autor do disparo que vitimou a idosa. Nossa reportagem entrou em contato com a Polícia Militar para obter mais informações, mas até o momento a corporação não se manifestou.

Revoltados pela morte da senhora, moradores iniciaram um protesto interditando as ruas do bairro. A Polícia Militar foi acionada para controlar os ânimos.

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape