ads-geral-topo
Cidades

Escola em Jerônimo realiza ‘Feira da EJA’ com foco no agronegócio

A ação teve como objetivo apresentar aos estudantes o empreendedorismo local

Por Redação

3 mins de leitura

em 02 de jul de 2024, às 16h53

Foto: Divulgação | Sedu

A Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) Jerônimo Monteiro, localizada no município de Jerônimo Monteiro, realizou, na última semana, a “Feira da EJA”, com o tema “Contribuições do agronegócio na economia circular: análise construtivista do agronegócio no município de Jerônimo Monteiro”. A ação teve como objetivo apresentar aos estudantes o empreendedorismo local.

Após o planejamento com os professores do turno noturno, foi trabalhado com os estudantes a definição do que é agronegócio, por meio de uma diagnose, bem como a importância do setor para o município. Essas ações foram desenvolvidas nas disciplinas Projeto Integrador de Pesquisa e Articulação com o Território (PIPAT) e Mundo do Trabalho.

Leia Também: Praça do Centro Esportivo Niterói “Júlio Lima” é inaugurada em Castelo

Estiveram presentes na mesa de abertura da Feira a representante regional do QualificarES, Charlene Santos; o representante do Senar, Rodrigo Tomazeli Carminate; e a empreendedora local Verônica Santolini, além das demais autoridades do município. Além das mesas de palestra, aconteceu também a exposição de estantes de empreendedores locais, em que os estudantes puderam conhecer e interagir com os participantes sobre os trabalhos realizados no município. Os educandos dos cursos técnicos em Informática e em Agropecuária fizeram apresentações sobre os cursos.

No segundo dia, foram realizadas oficinas organizadas pelos próprios estudantes, como oficinas de confecção de bonecas de pano, vagonite, maquiagem, trancista e pintura. A equipe do APOIE da escola participou com rodas de conversas, dinâmicas e outras ações coletivas. A Secretaria Municipal de Saúde esteve presente para aplicações de vacinas e diversos testes rápidos.

Segundo Carlos Eduardo Souza, aluno da 2ª etapa da Educação de Jovens e Adultos (EJA), o evento contribuiu com a aprendizagem sobre assuntos diversos. “Descobri coisas fantásticas que meus colegas sabem fazer. Gostei, principalmente, da oficina de bolo no pote”, disse.

“Essas ações reforçam e contribuem com a divulgação do trabalho realizado pela escola em reforçar a importância da relação teoria e prática, bem como a valorização do agronegócio e a economia local. O trabalho escolar não pode ser dissociado da comunidade. E nesse evento conseguimos unir comunidade escolar e comunidade local em prol da educação”, disse o professor de Biologia, Ciências e PIPAT, Jailson Mauricio Pinto.

Fonte: Sedu

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape