ads-geral-topo
Segurança

Polícia prende sexto suspeito na morte de jovem no Espírito Santo

Vítima teria participado de uma live com uma prima dias antes do crime. Nela, a prima teria feito gesto que faz alusão a uma facção criminosa na cidade

Por Redação

2 mins de leitura

em 03 de jul de 2024, às 16h22

Foto: Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil prendeu um homem de 20 anos, suspeito de participação na morte de um jovem no Espírito Santo. A prisão do suspeito aconteceu na última terça-feira (2), no bairro Santa Antônio, em Pinheiros.

Policiais civis foram ao local e apreenderam a quantia de R$ 5.265,00, além de anotações sugestivas de movimentação do tráfico de drogas. No entanto, na delegacia, o suspeito negou qualquer participação no crime.

Leia também: PF apreende quase 1.500 cigarros eletrônicos no Espírito Santo

Segundo as investigações, Felipe Braga Pinheiros teria participado de uma live no instagram com algumas primas dias antes da morte dele. Aliás, durante a live, uma das primas dele fez o número “3” com os dedos, um sinal que indica uma determinada facção criminosa da cidade.

Mais prisões pela morte do jovem no Espírito Santo

No dia 30 de abril, os policiais prenderam os dois homens. Um de 24 anos, considerado o mandante do crime, um de 28 anos, que estava na posse de uma arma de fogo. Aliás, no dia 29 de maio, os policiais apreenderam três adolescentes infratores, de 17, 16 e 14 anos, que assumiram a participação no crime.

“Inicialmente, as investigações indicaram a participação de, ao menos, sete pessoas no crime, todos integrantes de uma facção criminosa que atua no tráfico de drogas no bairro Santo Antônio. Aliás, dois investigados estão foragidos, mas diligências estão sendo realizadas com o objetivo de prendê-los em breve”, completou o delegado Jameson Amaral.

Contudo, os policiais encontraram no aparelho celular dos indivíduos, um vídeo onde aparece ao menos seis pessoas espancando e desferindo tiros na vítima.

Morte do jovem no Espírito Santo

Felipe Braga Pinheiros, de 19 anos, foi a uma festa no bairro Santo Antônio, em Pinheiros. Lá, criminosos da facção criminosa Bonde do Planalto – Galileia – Santo Antônio (PSG) os reconheceram.

Segundo o Jameson, Felipe foi agredido pelos indivíduos com socos, chutes e pedradas. Aliás, Felipe foi executado a mando do suspeito de 24 anos. A vítima não tinha histórico de envolvimento na criminalidade”, explicou o delegado Jameson Amaral.

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape