ads-geral-topo
Segurança

Sul do Espírito Santo registra queda no número de homicídios

Além disso, segundo a Sesp, a maioria das vítimas de homicídios no Sul do Espírito Santo são do sexo masculino. De acordo com o relatório da Sesp, 42 homens foram vítimas do crime na região

Por Andrei Soares

2 mins de leitura

em 01 de jul de 2024, às 17h24

Foto: Divulgação | Gov ES

Foi divulgado nesta segunda-feira (1º), um relatório que mostra uma redução no número de homicídios no Espírito Santo nos últimos 28 anos.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Sesp), o Sul do Estado registrou 47 homicídios nos seis primeiros meses desse ano. Em porcentagem, o número equivale à 13,0%. No ano anterior, o registro foi de 54, com uma redução de 7 casos.

Em relação ao dia da semana, os maiores casos de homicídios em 2024 foram registrados na terça-feira, com 11 casos, seguido de sexta e domingo, com 8 registros, segunda-feira 7, sábado 5 e, por último, quarta e quinta, com 4 registros cada.

Leia também: Junho foi o melhor mês na queda de homicídios no Espírito Santo

Maioria das vítimas de homicídio no Sul do Espírito Santo são homens

A maioria das vítimas de homicídios no Sul do Espírito Santo são do sexo masculino. De acordo com o relatório da Sesp, 42 homens foram vítimas do crime na região.

O governador Renato Casagrande afirmou que não há motivos de comemoração, mas destacou o trabalho que vem sendo realizado para a queda nos homicídios no Espírito Santo.

“Fechamos o mês de junho com o melhor mês da série histórica, além do melhor semestre da série histórica. Temos que registrar, sem comemorar, pois ainda temos que trabalhar muito contra episódios de violência. Por isso temos o programa Estado Presente, que fortalece esse trabalho no Espírito Santo. Vamos continuar trabalhando para reduzir ainda mais”, afirmou Casagrande.

Programa Estado Presente

O secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, Eugênio Ricas, disse que os resultados são reflexo de um trabalho de longa data, que busca alinhar, dentro do programa Estado Presente, o combate à criminalidade em todas as frentes.

“Temos que agradecer muito e elogiar nossos policiais, que têm feito um trabalho incrível de prisão de lideranças criminosas, além de combate diário e ostensivo às organizações envolvidas no tráfico de drogas. Aliás, a longo prazo teremos grandes resultados e um Estado muito menos violento”, destacou Ricas.

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape