ads-geral-topo
Política

Eleições 2024: pesquisa revela intenção de voto para prefeito de Cachoeiro

O estudo foi realizado pelo Instituto Solução, em parceria com o AquiNotícias.com, na sede e no interior do município de Cachoeiro de Itapemirim.

Por Redação

em 11 de set de 2023, às 10h09

4 mins de leitura

Foto: Zé Ricardo

Uma pesquisa feita pelo Instituto Solução, em parceria com o AquiNotícias.com, revelou os índices de intenção de voto dos eleitores para os pré-candidatos a prefeito da cidade de Cachoeiro de Itapemirim.

O estudo, realizado, entre os dias 4 e 7 de setembro, ouviu 587 eleitores, na sede e no interior do município.

Na metodologia estimulada, onde os nomes dos pré-candidatos são apresentados como opções, o vereador Juninho Corrêa (PL) lidera o levantamento com 19,6% das intenções de voto.

Em seguida, aparecem o advogado e secretário de Cidadania, Dir. Humanos e Trabalho de Vitória, Diego Libardi (Republicanos), com 12, 4%, e o deputado estadual e ex-vereador de Cachoeiro Allan Ferreira (Podemos), com 9,9% da preferência dos eleitores.

O ex-prefeito da Capital Secreta e atual subsecretário de Estado do Trabalho, Emprego e Geração de Renda, Carlos Casteglione (PT) e o vereador e presidente da Câmara de Cachoeiro, Brás Zagotto (Podemos) aparecem tecnicamente empatados, com 5,8% cada.

Já o deputado estadual Dr. Bruno Resende (União) foi citado por 4,4% dos eleitores; a secretária municipal de Manutenção e Serviço, Lorena Vasques, por 1,5%, e a chefe da pasta de Desenvolvimento Social, Márcia Bezerra (Podemos), por 0,34%.

Os eleitores que não souberam ou não responderam somam 34,4% e brancos e nulos, 5,8%.

Espontânea

Já no contexto da metodologia espontânea, onde os nomes dos pré-candidatos não são apresentados como opções, o estudo do Instituto Solução aponta que o vereador Juninho Corrêa (PL) permanece na liderança, mas com 17,7% das intenções de voto.

Ele é seguido pelo advogado e secretário de Cidadania, Dir. Humanos e Trabalho de Vitória, Diego Libardi (Republicanos), com 11, 4%, e o deputado estadual e ex-vereador de Cachoeiro Allan Ferreira (Podemos), com 8,9% da preferência dos eleitores.

O ex-prefeito da Capital Secreta e atual subsecretário de Estado do Trabalho, Emprego e Geração de Renda, Carlos Casteglione (PT), foi citado por 4,9% dos entrevistados; o vereador e presidente da Câmara de Cachoeiro, Brás Zagotto (Podemos), por 4,8%, e o deputado estadual Bruno Resende (União), por 3,6% dos eleitores.

A secretária municipal de Manutenção e Serviço, Lorena Vasques, aparece com 1,5%, e a chefe da pasta de Desenvolvimento Social, Márcia Bezerra (Podemos), com 0,34%. Outra alternativa totalizou 1, 2%. Os eleitores que não souberam ou não responderam somam 45,7%.

Rejeição

O Instituto Solução ainda perguntou aos eleitores em quais desses pré-candidatos eles não votariam de jeito nenhum.

De acordo com o levantamento, o ex-prefeito de Cachoeiro Carlos Casteglione (PT) aparece com o maior índice de rejeição, com 27, 6% das citações.

Em seguida, com 13,5%, os eleitores apontam o vereador e presidente da Câmara de Cachoeiro, Brás Zagotto (Podemos), entre os pré-candidatos a prefeito que eles não pretendem votar.

O vereador Juninho Corrêa (PL) aparece em terceiro lugar no índice de rejeição. Ele é descartado como opção por 3,9% dos eleitores, seguido por Allan Ferreira (Podemos), com 3,4%; Diego Libardi (Republicanos), com 1,9%; Lorena Vasquez e Marcia Bezerra, com 1,7% cada.

Dr. Bruno Resende (União) é o pré-candidato a prefeito com o menor índice de rejeição. Apenas 1,5% dos eleitores disseram que não votariam nele para prefeito de jeito nenhum.

Eleitores que não sabem ou não responderam totalizam 44,8%.

A margem de erro da pesquisa é de 4.9% para mais ou para menos em ambos os cenários.

A pesquisa ainda divulgou outros dados referente a gestão e ao contexto político em Cachoeiro de Itapemirim. Confira abaixo:

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape