ads-geral-topo
Cidades

Cachoeiro: evento discutirá como construir cidades melhores para se viver

O evento tem como objetivo abordar questões polêmicas, contudo, preocupantes, como: questionamentos sobre soluções para cidades funcionarem de forma otimizada e mais justa para todos que vivem nelas

Por Redação

4 mins de leitura

em 13 de maio de 2024, às 15h43

Foto: Divulgação/PMCI

Para falar sobre a desigualdade social até o aquecimento global, o Instituto de Arquitetos do Brasil/ES e o Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Espírito Santo promove discussões em evento sobre como construir cidades melhores para se viver.

Realizado em Cachoeiro de Itapemirim no dia 16 de maio, o seminário “Estratégias para o Desenvolvimento Urbano Sustentável” tem como objetivo abordar questões polêmicas, contudo, preocupantes, como: questionamentos sobre soluções para cidades funcionarem de forma otimizada e mais justa para todos que vivem nelas. O evento acontece também pelo Estado em outras datas: no dia 14, em Vitória, e 15, em Colatina.

Leia também: Saúde traz felicidade ou felicidade traz saúde?

De Norte a Sul do Espírito Santo, especialistas em gestão pública vão apresentar casos de sucesso e conduzir um debate para que arquitetos e arquitetas, estudantes de arquitetura e agentes públicos possam colocar a cidade em pauta e pensar em futuros possíveis, a partir de práticas de gestão, tendências e inovações que podem ser aplicadas às comunidades e às cidades para torná-las mais inteligentes, humanas e sustentáveis.

O evento conta com a presença do Arquiteto e Urbanista, Roberto Montezuma. Conhecido internacionalmente pela sua atuação na área, Montezuma é professor do Departamento de Arquitetura e Urbanismo da UFPE e foi um dos fundadores do Instituto Arquitetura Brasil, além de presidir o Conselho de Arquitetura e

Urbanismo/PE. Ainda, Roberto foi responsável pela Estruturação da Rede de Desenvolvimento Urbano Sustentável na América Latina e Caribe.

Resiliência das cidades

Outro participante do debate será o economista José Antônio Buffon. Graduado em Economia pela Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Buffon vai trazer insights importantes sobre como as decisões econômicas impactam diretamente a resiliência das cidades, influenciando questões como investimentos em infraestrutura, políticas fiscais e incentivos para a adoção de práticas sustentáveis.

Além disso, o economista vai destacar a importância do planejamento urbano equitativo e eficiente para promover o crescimento econômico inclusivo, promovendo o direito à cidade e a redução das disparidades sociais nas áreas urbanas.

Segundo a presidente do IAB/ES, Polyana Lima, é necessário reconhecer a complexidade dos desafios urbanos atuais. “Precisamos ampliar o debate sobre cidades inteligentes. Essas cidades devem ser lugares planejados para as pessoas. Um lugar onde deve ser promovida a inclusão social e ao mesmo tempo atuando nos processos de sustentabilidade social e econômica”, explica a presidente. Já a vice-presidente do IAB/ES, Luciene Pessoti, destaca que as cidades devem ser resilientes e capazes de responder rapidamente a mudanças climáticas, evitando impactos sociais graves.

Estilo de vida

A presidente do CAU/ES, Priscila Ceolin, acrescenta que a desigualdade urbana e os impactos do aquecimento global são apenas algumas das questões urgentes que exigem nossa atenção e que é de suma importância o reconhecimento da necessidade de um planejamento urbano centrado na equidade e na sustentabilidade.

“O acesso a moradias dignas, transporte público eficiente, espaços públicos seguros, lazer e a resiliência contra desastres ambientais não são indispensáveis para o bem-estar coletivo. É necessário adaptar nosso estilo de vida e economia para construir cidades onde todos possam prosperar”, defende.

O conselheiro Federal do CAU, Tito Augusto Abreu de Carvalho, a sociedade não pode viver refém de cidades insustentáveis. O arquiteto ainda destaca que é necessário compreendermos que a relação equilibrada entre os ambientes construídos e o natural é uma condição fundamental para o desenvolvimento urbano, econômico e social sustentáveis. Não há futuro viável para economia urbana sem uma cidade que entregue aos seus cidadãos qualidade de vida mínima necessária.

A inscrição para participação do “Seminário Cidades Resilientes: Estratégias para o Desenvolvimento Urbano Sustentável” deve ser feita pelo site através de um link disponibilizado nas redes sociais do IAB e do Cau, até o dia 14 de maio. A entrada do evento é gratuita.

Serviço

Evento: Seminário Cidades Resilientes: Estratégias para Desenvolvimento Urbano Sustentável

Data: 14, 15 e 16 de maio, a partir das 18h30.

Dia 14

  • Local: Auditório do Sebrae.
  • Endereço: Rua Belmiro Rodrigues da Silva, Nº 170. Enseada do Suá, Vitória.

Dia 15

  • Local: Auditório 124, Bloco A, Unesc
  • Endereço: Avenida Fioravante Rossi, Nº 2930. Martineli, Colatina.

Dia 16

  • Local: Rochativa
  • Endereço: Rua 25 de Março, Nº 1. Centro, Cachoeiro de Itapemirim.

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape