ads-geral-topo
Segurança

VÍDEO | Corpo de Bombeiros salva bebê engasgado no Espírito Santo

O bebê chegou desfalecido à unidade, engasgado e com secreção

Por Redação

3 mins de leitura

em 13 de jun de 2024, às 12h06

Foto: Reprodução/SESP

Os bombeiros da 2ª Companhia Independente do Corpo de Bombeiros Militar do Espírito Santo (CBMES), sediada em Aracruz, salvaram a vida de um bebê de 1 ano e 2 meses, que estava engasgado, na noite desta quarta-feira (12). A criança foi levada pela babá até a sede da companhia, engasgada com secreção e desfalecida, em estado grave.

Leia também: Perseguição em Alegre: suspeito com mandado de prisão é detido pela PM

O capitão Furieri, que esteve em missão no Rio Grande do Sul e retornou na última terça-feira (11), foi o primeiro a prestar atendimento. “Eu estava saindo do quartel quando vi, do outro lado da rua, um carro em alta velocidade, e estranhei a forma como o motorista dirigia. Parei para observar o que estava acontecendo, uma mulher saiu do carro e veio correndo desesperada na minha direção. Nos braços, ela trazia o pequeno Bernardo, já muito mole e sem nenhuma reação”, relatou.

Imediatamente, o capitão saiu da viatura e iniciou as manobras de desengasgo. Virou o bebê engasgado de barriga para baixo, deixando a cabeça mais baixa que o tronco, e iniciou a tapotagem, que consiste em bater de forma ritimada nas costas do bebê, com a mão em concha. Ele retornou para dentro do quartel e outros militares que estavam na unidade viram e se aproximaram para ajudar.

Durante o atendimento, os militares constataram que o menino havia broncoaspirado. A criança começou a expelir a secreção, mas era tanto líquido que o bebê começou a escorregar, e não reagia como esperado. Enquanto um bombeiro continuou a manobra, o capitão chamou a equipe do Samu, que tem uma base no mesmo endereço do quartel, e a equipe médica levou a criança para a ambulância, dando continuidade ao atendimento enquanto se encaminhava para o hospital.

Os bombeiros imaginaram que a ocorrência estava encerrada, mas ainda teriam mais uma missão. Pouco tempo depois, o pai de Bernardo chegou ao quartel, desesperado e buscando por informações. Os militares notaram que ele não teria condições de se dirigir sozinho até o hospital e, num gesto de empatia, acolheram o pai, fizeram uma oração com ele e o levaram até o hospital, onde ele foi amparado por familiares.

Devido à gravidade em que a criança chegou, a equipe que prestou o atendimento teve dúvidas sobre sua recuperação, mas na manhã desta quinta-feira (13), o alívio finalmente veio: os bombeiros receberam a grata notícia de que Bernardo está plenamente recuperado e sob cuidados médicos.

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape