ads-geral-topo
Política

Aumento de feminicídio no ES vira alvo de discussão entre parlamentares

Na análise de Janete, as ocorrências têm relação com o “machismo arraigado” na sociedade e também com a desorientação do homem

Por Redação

1 min de leitura

em 04 de jul de 2024, às 14h16

Foto: Reprodução | Ales

O aumento de feminicídios no estado foi assunto repercutido na sessão ordinária híbrida da Assembleia Legislativa do Espírito Santo desta quarta-feira (3) pela deputada Janete de Sá (PSB).

Conforme dados apresentados por ela, até junho passado foram notificados 19 casos, ultrapassando todo o ano de 2023, quando houve 18 registros. As notificações (13) se concentram na Grande Vitória.

LEIA TAMBÉM: Escola em Jerônimo realiza ‘Feira da EJA’ com foco no agronegócio

“Infelizmente a gente percebe que, por mais que a gente tenha feito ações no sentido de conter o feminicídio, é como se a gente estivesse enxugando gelo e peneirando fumaça”, destacou. 

Na análise de Janete, as ocorrências têm relação com o “machismo arraigado” na sociedade e também com a desorientação do homem no núcleo familiar em um novo contexto que abriu espaço para a proeminência das mulheres. 

“O homem não está conseguindo compreender o papel dele nessa nova sociedade, onde a mulher tem que ir cedo para o mercado de trabalho, para também trabalhar para poder prover, junto com o marido, o sustento da família”, considerou. 

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape