ads-geral-topo
Segurança

Mesmo preso, líder de facção continuava atuando no tráfico do ES. Entenda!

Segundo informações da Polícia Federal, o criminoso contava com o apoio de familiares e de um advogado

Por Redação

2 mins de leitura

em 11 de jul de 2024, às 17h16

Foto: Divulgação/PF

A FICCO/ES realizou, na manhã de desta quarta-feira (11), a Operação Recado Reverso, com o objetivo de interromper a atuação de um líder de facção criminosa que, mesmo preso, continuava a atuar no tráfico de drogas na região de Cariacica.

Leia também: Cão de faro encontra drogas escondidas em terreno baldio no ES

Segundo informações da Polícia Federal (PF), o líder da facção criminosa contava com o apoio de familiares e de um advogado. Contratado especificamente para transmitir recados para o grupo criminoso, tais como preço das drogas, responsáveis pelos pontos de venda e divisão de lucros.

As investigações da PF revelaram que o único serviço prestado pelo advogado era a transmissão de recados entre os criminosos. Tarefa essencial para a continuidade das atividades ilícitas. Sem a colaboração do advogado, o líder não conseguiria enviar instruções sobre o tráfico de drogas para os comparsas fora da prisão.

Diante dessa situação, evidenciada pelo intenso trabalho investigativo da FICCO/ES, o Poder Judiciário, além de deferir quatro mandados de busca e apreensão, ainda determinou o afastamento cautelar do advogado de suas funções profissionais. Medida necessária para impedir que ele continue facilitando atividades criminosas.

Assim, os investigados responderão por associação ao tráfico de drogas. Se condenados, as penas podem chegar a 10 anos de reclusão.

Sobretudo, o nome da Operação “Recado Reverso” faz alusão ao afastamento do advogado de sua atividade profissional. O que terá como consequência imediata, a interrupção da transmissão de recados entre os membros do grupo criminoso. Que aliás, refere-se, ainda, o nome da operação, ao recado dado – através dos trabalhos investigativos – pelas forças de segurança pública e Poder Judiciário, àqueles que se associam aos criminosos.

FICCO/ES

As ações policiais desencadeadas na FICCO são produto de cooperação interagências, com foco na inteligência de segurança pública.

A FICCO/ES é composta atualmente pela Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil, Polícia Militar, Secretaria de Estado de Segurança Pública, Guardas Municipais de Vitória, Vila Velha, Serra e Viana.

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape